Artigos, eventos

Encontro da Abiesv reúne especialistas para falar sobre Economia e Startups no varejo

26/03/2019

Fernando Seabra, líder do maior projeto de incentivo ao investimento anjo em Startups da América Latina; e Marcel Solimeo, superintendente institucional da ACSP estão entre os palestrantes do 29º Backstage do Varejo

No evento, também, cases de sucesso de startups que fizeram a diferença no varejo brasileiro

O Backstage do Varejo chega a sua 29ª edição, dia 28 de março (quinta-feira), na FAAP, e terá palestras e debates com especialistas para discutir assuntos da atualidade: “Projeção da Economia em 2019 e a Influência das Startups no Crescimento do Varejo”.

Entre os renomados profissionais palestrantes estão Marcel Domingos Solimeo, superintendente institucional da Associação Comercial de São Paulo – ACSP, que falará sobre a economia nos próximos anos; e o especialista em inovação, empreendedorismo e startups, Fernando Seabra, líder do GRI – Grupo de Relacionamento com Investidores do Departamento da Micro, Pequena, Média Indústria e Acelera FIESP — maior projeto de integração do ecossistema de empreendedorismo brasileiro e de incentivo ao investimento anjo em Startups da América Latina. O executivo falará sobre a influência das Startups no crescimento do varejo.

Na manhã em que ocorrerá intensa troca de experiências haverá, também, o debate Big 4, com apresentações de cases de sucesso de quatro Startups.

Papel das startups – “Hoje a taxa de fracasso de startups é de 96,7%. Para que o negócio dê certo é importante que o empreendedor conheça muito bem e viva a dor a qual pretende desenvolver alguma solução, assim ele terá autoridade para tratar do assunto”, diz Fernando Seabra, que em sua palestra no Backstage do Varejo explicará o que são startups; apresentará investimentos de startups aplicadas no varejo e mostrará porque o varejo deve implantar no seu DNA uma Startup Way (modelo de operação Lean ‘enxuta’ Startup para alcançar a transformação digital de forma rápida e sustentável).

Seabra diz que, como no varejo é preciso acelerar os processos de inovação, então, a startup tem que ter características específicas, sobretudo ser de base tecnológica, que busca um modelo de negócios repetível e escalável.

“A tecnologia é protagonista nesta área e é amplamente utilizada para agilizar transações, conhecer e melhor atender clientes. A inteligência artificial é um exemplo de inovação utilizada por empresas que revolucionam o varejo. As startups são novas no mundo e estão crescendo e fazendo o bem, inclusive no Brasil”.

O especialista lidera o Concurso Acelera Startup, maior projeto de incentivo ao investimento anjo em Startups da América Latina, onde já foram inscritos 52 mil projetos, destes 10% foram selecionados, recebendo 6.000 horas de mentoria (palestras e workshops sobre inovação, investimento e empreendedorismo, além de avaliações individuais), o equivalente a 250 dias ininterruptos, por uma rede de 600 mentores.

“Se o empreendedor tivesse que pagar por este serviço custaria em torno de um milhão de dólares”, diz o especialista. O projeto já gerou investimentos de mais de R$ 40 milhões.

Como líder da equipe de analistas do programa Shark Tank Brasil (exibido peloa canais Sony e TV Bandeirantes), Seabra fala sobre o bastidor intenso: “Geralmente são oito dias de gravação para cada programa. São centenas de startups que passam por nossa avaliação por temporada de três meses e 20% vão ao ar e apresentam seu projeto para a bancada de ‘tubarões’, que avaliam se devem investir ou não no negócio”.

Seabra também é mentor do Founder Institute e professor convidado na FIA – Fundação Instituto de Administração e da BeAcademy – EdTech. Foi semifinalista do prêmio Startup Awards 2018 na Categoria – Herói do Ano, maior premiação do ecossistema de startups brasileiro. É advogado formado pela PUC-SP, Wharton Business School – Entrepreneurship and Acceleration Program, com especialização em Marketing pela UC-Berkeley e MBA pela Peter F. Drucker School of Business, onde foi professor assistente de eCommerce e consultor da Lexus/Toyota. Morou nos USA, França, Suíça, Panamá e Brasil.

Como empreendedor, cria negócios há mais de 25 anos e atua frequentemente como cofundador de outros. Com uma visão “out of the box”, atua como mentor, investidor-anjo e conselheiro de startups e aceleradoras.

Cases Startups – BIG 4

O debate Big 4, que abre o evento, reunirá algumas das maiores startups do varejo no Brasil. Entre os participantes está Fabio Avellar, executive partner da ICX Labs, que inaugurou o Fitting You – espelho interativo –, na Hering Experience, no Shopping Morumbi (SP). O espelho permite navegar por catálogos de produtos escolhendo modelos e variações de cores, e traz o conceito de omnichannel, que integra o e-commerce com a loja física. A tecnologia permite ao cliente finalizar a compra no e-commerce pelo seu smartphone, com o uso do QR Code, disponível no espelho.

A ICX Labs é uma startup de criação de produtos por meio de soluções de IoT, inteligência artificial, analytics e omnichannel. “As startups permitem ao varejo implementar soluções de tecnologia com maior agilidade, efetividade e resultados concretos”, diz Avellar, graduado em Engenharia Elétrica e MBA pela FGV-SP, com extensão pela University of California Irvine.

José Jarbas, CEO da Consume, em sua apresentação no Big 4 falará sobre ‘A importância da gestão da reputação online no sucesso do varejo 4.0”. A Consume criou o único monitor de reputação online global para o varejo e de satisfação do consumidor, o Reptmonitor – www.reptmonitor.com; e foi selecionada para integrar o programa da Oracle de aceleração de startups, Oracle Global Startup Ecosystem.

“Por meio de dados exclusivos extraídos de nossas ferramentas e apps de Big Data, demonstro como a opinião do consumidor na Internet afeta o negócio”, diz Pereira, que há mais de 20 anos se dedica ao marketing digital e soluções de customer services.

Outro integrante da mesa debatedora, Ricardo Infantozzi, sócio-fundador da Centésimo, desenvolvedora de projetos de tecnologias como games, realidade aumentada e realidade virtual, contará sobre o trabalho junto ao Boticário e Sayerlack, onde foi implantada uma tecnologia de propagação de conhecimento. “A implementação de ferramentas combinadas de aplicativo mobile, vídeos e games, com alta interatividade, estabeleceu um grande impacto na receptividade da informação pela rede”, diz Infantozzi, que no desenvolvimento do mestrado em Gestão do Conhecimento pela USP-IPEN aplicou os primeiros conceitos de games e ambientes virtuais no aprendizado corporativo. É pós-graduado em Gestão Estratégica de Negócios pela FIAP e graduado em Administração de Empresas e Análise de Sistemas pela FASP.

No debate, também, Jefferson Sperandéo Fernandes, sócio-diretor da Smart Points, inteligência de vendas que identifica e fideliza clientes. A Startup criou um programa na qual o cliente gera pontos em todas a suas visitas ao estabelecimento, resgatando brindes ou descontos. Formado em design na FAAP com MBAs no IBMEC e Getúlio Vargas, Fernandes atuou por mais de 25 anos em varejo nas áreas de marketing e inovação. Participou como vice-presidente do POPAI, Membro do conselho de comercio eletrônico da Fecomercio e Presidente do Conselho de mkt/clientes da NetPoints.

O mediador do debate será Bruno Ghizone, sócio-fundador da Arsenall Venture Builder, membro da equipe do maior fundo de Corporate Venture Capital do Brasil, professor de intraempreendedorismo da FIA, profissional com maior histórico de programas de aceleração no Brasil; e ganhador do Prêmio Distinguished Innovator da BSA (Business Software Alliance – maior organização de empresas de software do mundo).

Projeção da Economia — “O Brasil ainda vive um cenário de incertezas, uma vez que decisões importantes para o desenvolvimento da economia, como a Reforma da Previdência e medidas de redução dos gastos, dependem do Congresso. No caso do varejo, algumas variáveis são muito importantes e devem ser observadas como o emprego, a massa salarial, o crédito e a confiança do consumidor”, diz o economista Solimeo, que falará sobre economia no 29º Backstage do Varejo. É diretor do Instituto de Economia “Gastão Vidigal” da ACSP, além de coeditor dos Livros “O Plano Real Para ou Continua?” e “O Plano Real Acabou?”, da Editora Makron Books. É bacharel em economia pela Faculdade de Economia e Administração da USP; com pós-graduação em Economia Pública pela FEA/USP.

Segundo o economista, o consumidor brasileiro está cada vez mais exigente, pois dispõe de muita informação e a possibilidade de comparações dos produtos, preços e condições de pagamento praticamente instantâneas, o que obriga ao varejo ser transparente e procurar diferenciais.

Backstage do Varejo — Evento criado em 2012, já reuniu mais de 5000 pessoas, de média à alta gerência, especialistas e profissionais autônomos. Discute temas que compõem o dia a dia do setor. Atualmente, tem o patrocínio das empresas Lemca Iluminação e Omega Light. E o apoio da Associação Brasileira de Franchising -ABF, Associação Brasileira de Shopping Centers- Abrasce, Associação Comercial de Campinas – ACIC, Espaço APAS, e da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo – SBVC.

Serviço:

29º Backstage do Varejo – Projeção da Economia para 2019 e Influências das Startups no Crescimento do Varejo

Data: 28 de março, das 8h00 às 13h00

Local: Auditório FAAPP – rua Alagoas, 903 – portaria G1 (SP/SP)

Inscrições gratuitas — com Janaina Botelho pelo 5548-7124 ou pelo e-mail: secretaria@abiesv.org.br ou com Lourival Santos 99353-8828 comercial@abiesv.org.br

Fonte: https://www.segs.com.br/eventos/162722-encontro-da-abiesv-reune-especialistas-para-falar-sobre-economia-e-startups-no-varejo

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *